segunda-feira, 2 de outubro de 2006

Voltar a dormir em casa dos pais

Se não for por razões dramáticas é uma experiência que eu aconselho.
Para isso tem de haver uma condição, eles não terem mudado de casa á pelo menos 15 anos.No meu caso acontece isso e mais, nem um só móvel foi desviado um milimetro.
A primeira impressão parece-me natural, o tecto está mais baixo(não, nós e que crescemos). As divisões estão mais pequenas (não, nós é que engordámos). Acho muito estranho vêr aqueles guarda fatos sem serem embebidos na parede.
É sempre bom passear por uma casa e ver fotografias nossas ainda com cabelo.No quarto "O NOSSO QUARTO" pensas, como é que foi possivél tu teres escolhido estes móveis, pelas paredes vês algumas mossas e lembraste de como elas aconteceram, abres umas gavetas (agora arrumadas) e deparas com umas cassetes ( sim, eu disse cassetes) do Rod Stewart e começo logo a cantarolar "baby jane", Nina Hagen, uns Polystar e Culture Club, já nesta altura o gosto era refinado. Agora sabes que aqueles 12m2 não são o centro do mundo. Pelo resto da casa onde antes andavas as escuras e conhecias cada cm, agora já nem sabes qual interruptor é que liga a luz do hall ou da casa de banho. Ficas um estranho do teu passado.
Sempre a considerar

1 comentário:

Karlytus disse...

Adorei a ideia.. ;) Eu infelizmente (ou antes pelo contrario..) não o posso fazer, mas acho uma coisa engraçada de se fazer e é sempre uma forma de fugir à rotina..

PS: Esqueceste-te de referir a musica dos Chutos.. aquela das "saudades que eu já tinha da minha alegre casinha.." ;)

PS2: Ainda não consigo aceitar o convite para aderir a este belo grupo de "bloguistas" por causa da treta do Beta.. espero poder aderir em breve..

Grande abraço!!