segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Mas o quê que se passa?

Com o avanço das tecnologias, meios de transporte mais cómodos e velozes, vias de comunicação mais abrangentes em todo o território nacional, era suposto termos mais tempo disponível para nós, mas não temos.
Há 20 anos demorava 7 horas a chegar á Sertã agora demoro 2, deveria ter mais tempo, mas não tenho.
Dou-vos outro exemplo do meu caso, á 12 anos os desenhos que eu fazia eram feitos á mão, depois apareceu um programa de computador chamado Autocad e os processos agilizaram-se de uma maneira assustadora, deveria ter mais tempo, mas não tenho.
Tinha de ir entrega-los pessoalmente, mas com a internet segundos depois está no cliente, deveria ter mais tempo, mas não tenho.
Li já não sei onde, que esta falta de tempo livre dos dias de hoje só tem paralelo na Idade Média.

Mas o quê que se passa?

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

II grande concurso de fotografia

II Grande concurso de fotografia do blog
"Nós e as nossas Coisas"
Tema "ESTA FOTOGRAFIA REPRESENTA O MEU ANO 2008"
Para publicar no dia 30 de Janeiro de 2009
unica condição. seres o autor da fotografia
PARTICIPA

estatistca

2006 - 83 posts
2007 - 243 posts
2008 - 356 posts

objectivos para 2009:
- manter esta subida
- participação dos outros colaboradores
- posts de opinião
- mais concursos
- o regresso do "diário da trintona"
-
-
-

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Diário de um aluno

29 de Junho de 2009
paçei o 5º anuh. A p*ta da stora de mat, k é a nossa dt, n m kria deixar paçar pk eu tnh nega a td menus a ginástica, pk jogo bem há bola, e o crl... mas a gaija f*deu-se puke a ministra da idukaxão mandou dizer ao ppl k penxam q mandam aí nas xkolas masé pa baixarem os kornos k tds os socios com menos de 12 anus teiem de paçar... axu bem.

29 de Junho de 2010
passei o 6º anuh. ainda bem q ainda n fiz 13 anus, q ódpx podia n passar, qesta cena de passar com buéda negas é só até aos 12... f*da-se, fiquei buéda f*dido na m*rda deste ano, e ó c*ralho, o pan*leiro do stor d educassão física deu-me a m*rda do 2... assim tive nega a tudo... ainda bem q a ministra da iduqaxão é porreira, ela é q é uma sócia sbem: a xqola n serve pa nada, é uma seca. tive q aprender que os K's se escrevem Q, qomo em "xqola" e não "xkola", e que "passar" não é qom Ç... a xqola é porreira só pa qurtir qas damas qd gente se balda...

29 de Junho de 2011
Passei o 7º ano. Exte anuh ia chumbando pq tive nega a qase td menos a área de projetuh, mas aqela cena tb é facil, n se fax nd... Exte anuh a dt disseme q eu passava pq tinha aprendido qas fraxex qomexam qom letra maiúscula e pq m abituei a exqrever qom Q em vez de K, tipuh agora ja xei xqrever "eu qomo qogumelos qom quentruhs" em vez de "eu komo kogumelos kom kuentruhs". É fixolas, pode xer qum dia venha a ser um gamela famôzo...

29 de Junho de 2013
Passei o 9º ano. Foi buéda fácil, pqu a prof paxou-me logo. Fui ao quadro xqurever uma sena em qu dezia tipuh "aquela janela", e eu exqurevi "aqela janela", pqu dixeram-me qu n se xkqureve "akela", é quom Q e não quom K. Mas a profs desatinou quomiguh e dixe qu eu tnh qu pôr o U à frente do Q... Pur ixu exte anuh aprendi qu o Q leva U à frente. No próximuh anuh é o 10º, vou pá sequndária...

29 de Junho de 2014
Aquabei o 10º ano. Não foi muituh difícil só tive que aprender-mos a não exqureverem quom aberviaturas purque nem todas as palavras xe puderam aberviar mas ixtu foi uma bequa para o quompliquado purque quom esta sena do QU em vex de K e das aberviaturas exqueceramme de quomo é que se faxião os verbuhs nos tempuhs e nas pexoas, ou lá o que é... Mas a prof disse tass bem que no prócimo anuh a gente vê ixu.

29 de Junho de 2015
Passou o 11º ano. Foi mais fácil que o 10º. Aprendi que as frases devem ser mais qurtax. E aprendi também que "ano" não esqureve "anuh". Axo que no prócimo ano vai ser mais difícil. Purque a xeguir é a faquldade.

29 de Junho de 2016
Acabou o 12º. Fiquei buéda confuso porque tive de aprender a diferenxa entre usar o QU e o C, tipo "esCrever" e não "esQUrever". Quando eu usava o K era buéda mais fácil... A prof de português é buéda religiosa e anda a ouvir vozes de deus, porque dixe-me que eu não merexia passar, mas "xão ordens lá de xima"...

29 de Junho de 2017
Já fiz o primeiro ano da faculdade. Estou em ingenharia cevil na nova universidade idependente. Tive um stor buéda mal iducado que me disse que eu era um ignorante porque às vezes escrevia com X em vez de CH, S ou C. Mas o meu pai veio cá com uma moca de rio maior e chegou-lhe a rôpa ao pelo. E depois fomos fazer queixa do gajo e a ministra despediu-o porque o gajo, não sei quê, parece que quis vir estragar aqui um muro nosso. Mas não sei essas senas. O meu pai é que me explicou uma cena qualquer de "danos murais"... O que é bom é que a ministra da iducação continua a mandar aqui nestes sócios da faculdade para eles não levantarem a garimpa contra nós.

29 de Junho de 2019
Acabei a minha licenciatura porque a ministra da iducação disse que tinhamos que passar sempre mesmo que não tivessemos notas, para não ficarmos astigmatizados. Acho que é uma cena que dá nos olhos quando se estuda muito. Agora vou fazer um mestrado e disseram-me que, quando acabar, vou ficar mestre. Eu quero ser de Kung-Fu.

29 de Junho de 2021
Já sou mestre. Afinal não sou de Kung Fu, sou de engenharia cevil. Os meus profs disseram que eu não devia estar em mestrado porque ainda não estava preparado, mas eu disse que o meu pai tinha uma moca de rio maior e que era amigo da ministra e já tinha mandado um bacano da laia deles para a rua e eles calaramsse. Agora vou fazer um doutoramento, porque a ministra da iducação diz que se não deixarem um aluno fazer o doutoramento só por causa das notas, ele fica com a auto-estima em baixo e isso perjudica a aprendizajem.

29 de Junho de 2023
Sou doutor. O meu orientador da tese ficou muito satisfeito porque eu já não dou erros ortográficos: ao longo destes dois anos, aprendi a escrever "engenharia civil" em vez de "ingenharia cevil" e também porque aprendi que a ministra é da "educação" e não da "iducação", mas lê-se assim. Entretantos casei. A minha dama chama-se Sónia e os pais dela ficaram muito felizes por ela ir casar com um doutor em engenharia civil. Ela não sabe ler nem escrever: só fez até ao 2º ano da licenciatura e depois foi trabalhar para o Minipreço. Já tá grávida.

29 de Outubro de 2023
Nasceu o meu filho! Chamei-lhe Júnior porque ele é mais novo que eu.

29 de Agosto de 2029
O Júnior vai fazer 6 anos daqui a 2 meses. Devia entrar para a escola este ano, mas estive a pensar muito bem e não o vou pôr na escola. Ele não precisa daquilo para nada, aprende em casa. Eu ensino-lhe a ler, que sou doutor, e a mãe ensina-lhe a fazer contas, que é caixa no Minipreço. A escola não vale nada. Acho que o sistema de ensino hoje em dia é uma m*rda. No meu tempo é que era bom.

Experimentem este site:

http://speedyyy.com.sapo.pt/


Futebol, filmes, séries, telejornal, tv em directo
P.S. Quase todos os filmes/séries são traduzidos em brasileiro e o futebol é em directo

Musica

Onde se pode ouvir Boa musica na internet ???

Attention !!!!

Salut .....
Tous va bien avec vous?
Pardon mais je seulement pouvais prendre quelque fotos sur l'année prochaine (je vais acheté une "machine" sur les soldes ;-)
Mais je pose un video que tous le monde les savais mais de toutes façon... c'est pour rappeler outre fois... En particulier sur cette saison (comme tous les outres), nous devrons faire attention (sur tous) dans la fête de final de l'année :-)
Je crois quer tous les monde comprendre qu'est -ce que je "dis".... no(???)
:-)

Un Joyeux Noël et meilleures voeux pour la nouvelle année.

(P.S. nada mau, heim)

http://www.youtube.com/watch?v=ctKSpsbq_yk

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

11 anos depois...

Só não rasgues o meu vestido que tiro pela cabeça
Tem calma, temos tempo, muito tempo, mesmo muito tempo, tempo demais até, uma vida, para toda a vida, para sempre, até à eternidade...só não rasgues o meu vestido que tiro pela cabeça. Ficamos, estamos, temos um filho, temos outro filho...só não rasgues o meu vestido que tiro pela cabeça. Crescimento, aprendizagens, partidas e derrapagens. Dores e sofrimentos, alegrias, alegrias e muitas euforias... só não rasgues o meu vestido que tiro pela cabeça. Até que a morte nos separe só não rasgues o meu vestido que tiro pela cabeça ou ficarei com uma sombra mais espessa.

FELIZ NATAL


quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

JANTAR DE NATAL

Mais um ano, mais um Natal, mais um jantar

DIA 20 DE DEZEMBRO
OEIRAS
LEVAR UMA PRENDA
E BOA DISPOSIÇÃO
Confirma

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

já só penso ...


















penso que isto está morto mais uma vez
penso também que faço parte dessa mortandade
penso que me apetece tirar uns dias para descansar
mas logo penso que não posso
penso que talvez brevemente ...
talvez não - penso eu
vai ser de certeza que
um dia vou rasgar os céus
como aquele avião ali
penso que conseguem ver ... ali
já só penso nisso

terça-feira, 18 de novembro de 2008

O Alcool é f"u"...di...do :)



"NASCEMOS...para amar, a Humanidade. VAI...tarde
ou cedo, aos laços de Ternura. TU és doce ATRACTIVO,
oh formosura,Que encanta, que seduz, que persuade"
Bocage



Jeru"PINGA" QUALQUER COISINHA AÍ!? :) hehe

domingo, 9 de novembro de 2008

Eu tenho dois computadores...

Os meus computadores
Em nada são iguais
E até o Hugo Chavez
É deles que gosta mais
Até o Hugo Chavez
É deles que gosta mais
Os meus computadores
Em nada são iguais
Abro o Excel e aparece
O Orçamento, que ternura
Tão leve que até parece
Fruto da minha loucura
Mas o Word ciumento
Quer brilhar na sua vez
Neste texto que é bem técnico
Ele corrige o inglês
Os meus computadores
Em nada são iguais
E até o Hugo Chavez
É deles que gosta mais
Até o Hugo Chavez
É deles que gosta mais
Os meus computadores
Em nada são iguais
E minha mão sobre o rato
Sem saber o que fazer
Imprimo outro diploma
Pr'aumentar ao meu saber
Que o Magalhães não encrave
Eu já pedi tanta vez
Pois enquanto ele trabalha
Faz feliz um português
Lalala-rala-ralalaLalala-rala-ralaLalala-rala-ralalaLalala-rala-ralaLalala-rala-ralala...

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

a fome continua

banner

no souk, primeiras e últimas quartas de cada mês, a partir das 6 das tarde.
we like it raw.
Até já... me cresce água na boca.

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

paparoca

Evento gastronómico 'Gosto de Lisboa' no Centro de Congressos de Lisboa
Decorre entre os dias 31 de Outubro e 2 de Novembro, no Centro de Congressos de Lisboa, o evento gastronómico Gosto de Lisboa que irá reunir oito restaurantes de Lisboa, noticia esta manhã o Turisver.
São eles os restaurantes Eleven, Terreiro do Paço, Vírgula, Gemelli, Na Ordem com Luís Suspiro, Espaço Lisboa, A Confraria - York House e El Corte Inglês. Cada um deles vai confeccionar algumas das suas especialidades, em doses individuais, servidas aos comensais com preços entre os 5 e os 15 euros.
O Gosto de Lisboa decorre paralelamente à edição 2008 do Encontro com o Vinho / Encontro com os Sabores e é promovido em conjunto pela Revista de Vinhos e pela Media Capital Edições. A entrada para ambos os certames custa 10 euros.

amizade

Sem hora nem destino marcado
Avançamos num encontro ocasional
Vinte minutos bastaram
Para reunir laços antigos
Inquebráveis
Inquestionáveis
Inexplicáveis
Noite adiante
Voltei a ter vinte anos
Conversa lenta
Golos acelerados
Cigarros apressados e mal fumados
Liberdade consciente
Sem cuidados paternais
E a banda sonora de …

amizade

Sem hora nem destino marcado
Avançamos num encontro ocasional
Vinte minutos bastaram
Para reunir laços antigos
Inquebráveis
Inquestionáveis
Inexplicáveis
Noite adiante
Voltei a ter vinte anos
Conversa lenta
Golos acelerados
Cigarros apressados e mal fumados
Liberdade consciente
Sem cuidados paternais
E a banda sonora de …

terça-feira, 28 de outubro de 2008

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

não esquecer

I grande concurso de video do blog.
"NÓS E AS NOSSAS COISAS"
Pega no teu telemóvel e faz uma curtissima
Tema - A crise financeira mundial
Postar até dia 31 de Outubro
PARTICIPA

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

até para o ano, voltem depressa!

uma pequena sugestão

Uma pequena medida para ultrapassar a crise financeira
Alterar a lei do arrendamento.
Á primeira vista parece insignificante, mas vejamos com mais atenção.
Actualmente se um inquilino não quiser pagar a renda, não lhe acontece praticamente nada.
O senhorio pode meter uma acção em tribunal e o processo para além de ser caro (superior ás rendas em atraso) demora muitos e muitos anos.
Se o inquilino “convidar” um acamado para ir viver lá para casa, então é quase impossível tirá-lo lá de casa.
Existem rendas de 5€ em plena baixa da cidade.
Proposta:
- Se houver incumprimento da parte do inquilino, na semana seguinte a polícia municipal trata de desocupar o imóvel.
- Actualizar as rendas inferiores a 200€
Consequências:
- Com o mercado a funcionar os senhorios começavam a restaurar os seus apartamentos para receber os novos inquilinos
- Com o aumento da oferta as rendas começariam a baixar.
- Com rendas baixas as pessoas prefeririam alugar em vez de comprar o seu imóvel
Situação actual: quem é que quer alugar um T3 no Lumiar por 800€, podendo comprar por 900€
- Haveria a possibilidade de alugar um apartamento perto do local de trabalho
- Ao viver perto do local de trabalho provocaria menos transito, menos poluição, menos custos em almoços e gasolina, mais tempo em suma melhor qualidade de vida, mais ordenado no fim do mês.
- A construção nova tinha menos procura, logo construía-se menos e com mais qualidade.
- O centro da cidade ganhava vida, mais gente, mais comércio tradicional, menos prédios devolutos e menos assaltos (vejam Londres, Paris, Madrid, etc.)

A CÁBULA DOS POLITICOS

a arte de falar sem dizer nada
discursos longos e maçadores
que provocam sonolência em dias comemorativos
campanhas eleitorais despidas de ideias
e a abstenção a aumentar
governar é pensar, decidir e executar
quando for votar será em branco
...


quinta-feira, 9 de outubro de 2008

I grande concurso de video do blog.

I grande concurso de video do blog.
"NÓS E AS NOSSAS COISAS"
Pega no teu telemóvel e faz uma curtissima
Tema - A crise financeira mundial
Postar até dia 31 de Outubro
PARTICIPA

terça-feira, 7 de outubro de 2008

sobre o vinho

OLA AMIGOS

A vida aqui na Suiça não tem sido muito facil mas finalmente as coisas começaram a se compor...
Ja arranjei trabalho nas obras (Ajudante de Electricista) com temperaturas que não são de todo parecidas com as dai e variam entre os 0 e os 10graus (e ainda nao chegou o Inverno...), brrrr!!!
Mas agora estou bem mais quentinho num gabinete de Engenharia a fazer "bonecos" a ganhar mais um pouco...
Tenho muitas saudades vossas :-( e espero que ainda se lembrem de mim assim como eu me recordo de voces...


P.S.
Só damos o devido valor "as coisas" quando estas estao ausentes não é ?

P.S.2
Quando arranjar maquina fotografica tiro umas fotos e (tento) coloca-las ai no blog, pois a Suica é mesmo Muito bonita...


Beijocas e Grandes Abraços,
Tjá

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

um(a) post(a) no concurso

pois é, este concurso sobre a vida e a fotografia que a dava, uma ideia original desse grande sr, o duarte évora, parece-me a mim que vai de mal a pior. afinal, e pensando um bocadinho, só um bocadinho como me pedia esse mesmo grande sr, o duarte évora (sempre a considerar:), como é possível estarem a votos fotografias que não cumpriram as regras?? como é isso??? ganha-se assim uma refeição não cumprindo regras?? hã??? e eu ainda pago????
eu acabei de votar. não votei na minha (sou honesto;), não votei em nenhuma que não comprove a sua autoria para meu grande desagrado, pois assim não pude votar na minha preferida e que é da minha esposa, essa grande sra a ana luisa que teve (a meu ver, do estilo, no meu ponto de vista:) a ideia mais corajosa e arrojada de todos nós, mas que nas últimas horas que antecederam o fecho do concurso não conseguiu "produzir" material para concretizar a ideia e precipitou-se numa busca de imagens pela net. bem hajas môre :)
e agora quero ver WEED essa grande série que dá no canal 2 e me faz rir :)
hahahhahahahaha
hahahahahahahahahahaha hahahahah
hhahahahahaha hahahaha hahaha.... hahahaha........
hahahaha....haha......ha


sábado, 4 de outubro de 2008

This is my Life...


And I know i' m late...what can i do!?? I'll do my best now... :) fica o registo...atrasado, eu sei, mas fica o registo :) E a culpa é dessas coisas que aparecem na foto! The Time flies...

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

PS: houve vários e ilustres participantes que não respeitaram o seguinte critério:ser o autor da fotografia

PS ou PS
My name is PS and I´m funky



quarta-feira, 1 de outubro de 2008

que grande participação

Que grande participação, estamos todos de parabéns.
Parece que não vai haver mais inscrições, ou esperamos mais um dia para fecharmos a recolha de imagens?
Vamos esperar.

PS: houve vários e ilustres participantes que não respeitaram o seguinte critério:
ser o autor da fotografia

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

back2school

zx spectrum

lisbon calling

http://lisboncalling.net



diz o paveia que andam por aí a cobrar 35€ aos amigos pelas dormidas.
aqui no hostel fazemos a coisa por 20€ e ainda comem pequeno almoço.



apareçam por cá. o café é à borla.

domingo, 28 de setembro de 2008

E porque NÓS tb existimos

Queremos comunicar que temos uma priminha, para se juntar às nossas brincadeiras das barbies e bebés. É linda, simpática e disse que ia ser nossa amiga. Nasceu hoje na Estefânia, a mãe dela disse que custou um bocadinho, por isso não queremos ser "mães". Queremos sim, dizer que gostamos muito da MIRANDA!

PARABÉNS AOS INTERVENIENTES!!!!


casas e amigos

afinal a coisa dura há cerca de 30 anos e processos é vê-los a prescrever desresponsabilizando quem por lá passa. são jogos de poder, influências, favorecimentos, enfim, são casas a €35/mês para os amigos em detrimento das pessoas para quem elas são feitas e que são com certeza mais necessitadas.
se entre nós juntarmos só o que aumentou na renda das nossas casas neste último ano, veremos que dará para garantir uma casa dessas durante muito tempo. o resto que não entrou para estas contas dava para termos uma vida mais folgada, mas isso não é para todos,é só para os amigos.

20%

é a percentagem de participantes na última sondagem que se tivessem jogado no totobola tinham acertado. ai o meu sporting :(

sábado, 27 de setembro de 2008

o caracol, a minhoca, a ovelha e a bola azul



a mudança

como sempre ouvi dizer e acreditei, o conformismo é o maior inimigo da mudança e eu não estava conformado com o aspecto visual deste blog. e porque em breve vão entrar as fotografias desse grande desafio lançado pelo duarte "a minha vida dava uma fotografia", achei que melhor seria mesmo haver uma mudança que limpasse o ruído visual que por aqui andava no sentido de podermos observar as obras enviadas com a maior clareza possível.
gostava de voltar a participar mais neste blog e conto que esta mudança me dê um novo ânimo.
PAVEIA IS BACK

terça-feira, 23 de setembro de 2008

JÁ FALTA POUCO

1º Grande Concurso de Fotografia do Blog
NÓS E AS NOSSAS COISAS
este ano sob o tema:
"A MINHA VIDA DAVA UMA FOTOGRAFIA"
condições de participação:
- seres colaborador no blog - seres tu o autor da fotografia - postar a fotografia apenas no dia 30 de Setembro de 2008
prémio:
um jantar pago pelos outros colaboradores do blog que se realizará assim que for combinado
Para júri convocam-se todos os que votarem numa sondagem feita à posteriori
PARTICIPA

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Seios túrgidos

É um cenário recorrente nas (muitas) empresas onde já trabalhei.

Volta e meia:

“- Olá tia! Tá, tá tudo bem... De férias!? Não! Estou no trabalho!... E a tia? E o tio? E a avó? E o cão?... o miúdo está bem obrigado... blá, blá, blá...fraldas. ... blá, blá, blá....esteve doente ... blá, blá, blá.... sabe como eles são... blá, blá, blá.... já faz cocó... blá, blá, blá....ai, a tia Zulmira está intrátável, não há pachorra para a aturar ... blá, blá, blá... e pagam-me mal.... blá, blá, blá.... e eu cheia de trabalho... blá, blá, blá....então e nas férias estivestes aonde? ... blá, blá, blá.... ah, prontos... blá, blá, blá....fizestes? ah, que bom... blá, blá, blá....olha, fui às compras e ... blá, blá, blá.... ... blá, blá, blá.... não, aqui está bom tempo... blá, blá, blá.... blá, blá, blá.... ... blá, blá, blá.... “


Na passada sexta-feira, em Los Angeles, Estados Unidos, um condutor de um comboio, por estar a enviar um sms, passou um sinal vermelho. Resultado: colisão entre dois comboios e 25 mortos.


Ah, o título? O título nada tem a ver com o post.
Confesso que foi só para chamar a atenção e para vos fazer pensar no assunto. Da próxima vez que estejam HORAS ao telefone, durante o horário de trabalho, lembrem-se que daí podem advir consequências (que não apenas a conta telefónica do patrão...)
Mas, se calhar, algumas delas, enquanto estão nesses telefonemas, estão com os seios túrgidos...

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Carta aberta aos meus colegas professores

Testemunho deixado num comentário do colega J. Moedas Duarte que> merece aqui completa transcrição.
> > Fui professor durante 37 anos na Escola P. Francisco Soares de Torres> Vedras e reformei-me em Janeiro passado.> Hoje, dia 1 de Setembro, senti necessidade de voltar à escola para dar> um abraço solidário aos meus colegas> > Num expositor da Sala de Professores deixei este texto, que partilho> agora com o grupo mais alargado dos leitores deste blogue, cujo mérito> tenho divulgado sempre que posso.> > CARTA ABERTA AOS MEUS COLEGAS PROFESSORES> > Pela primeira vez em muitos anos não retomo a actividade docente no início do ano lectivo. Mas não o lamento e é isso que me dói. Sempre disse que queria ficar na escola mais alguns anos para além do tempo da reforma, desde que tivesse condições de saúde para tal. Contudo,vi-me 'obrigado' a sair mais cedo, inclusivé aceitando uma penalização de 4,5% sobre o vencimento. Não sou protagonista de nada: o meu caso é apenas mais um no meio de milhares de professores a quem este Governo afrontou. Só quem não conhece as escolas e tem uma ideia errada da função docente é que não entende isto. É doloroso ouvir pessoas que sempre deram o máximo pela sua profissão,que amam o ensino e têm uma ligação profunda com os alunos, a dizerem que estão exaustas e que lamentam não serem mais velhas para poderem reformar-se já. Vejo com enorme tristeza estes colegas a entrarem no ano lectivo como quem vai para um exílio. Compreendo-os bem…Este estado de coisas tem responsáveis: são a equipa do Ministério da Educação e o Primeiro-ministro. A eles se deve a criação de um enorme factor de desestabilização e conflito nas escolas que é a divisão artificial da carreira docente entre 'professores titulares' e os outros que o não são. Todos fazem o mesmo, a todos são pedidas as mesmas responsabilidades, mas estão em patamares diferentes, definidos segundo critérios arbitrários. A eles se deve um sistema de avaliação de desempenho que não é mais do que a extensão administrativa daquele erro colossal. A eles se deve a legislação que não reforça a autoridade dos professores na escola, antes os transforma em burocratas ao serviço de encarregados de educação a quem não se pedem responsabilidades e de alunos a quem não se exige que estudem e tenham sucesso por mérito próprio. No ano passado 100 000 mil professores na rua mostraram que não se conformavam com este estado de coisas. O Governo tremeu. Mas os Sindicatos de professores não souberam gerir esta revolta legítima. Ocupados por gente que não dá aulas, funcionalizados e alienados pelo sistema, apressaram-se a assinar um acordo que nada resolveu, antes adiou um problema que vai inquinar o ano lectivo que hoje começa. Todos os que podem estão a vir-se embora das escolas, é a debandada geral. Gente com a experiência e a formação profissional de muitos anos, que ainda podiam dar tanto ao ensino, retiram-se desgostosos, desiludidos, magoados. Deixaram de acreditar que a sua presença era importante e bateram com a porta. O Governo não se importa, nada faz para os segurar: eram gente que tinha espírito crítico e resistia. «Que se vão embora, não fazem cá falta nenhuma!» Não, não tenho pena de não voltar à escola. Pelo contrário: entro em Setembro com um enorme alívio. Mas não me sinto bem. Estou profundamente solidário com os meus colegas de profissão e tenho a estranha sensação de que os abandonei, embora saiba quanto isso é pretensioso da minha parte. Vejo com apreensão e desgosto que, trinta e sete anos depois de começar a ser professor, a escola não está melhor. Sim, regressarei hoje à escola. Mas só para dar um imenso abraço àqueles que, corajosamente, como professores no activo, enfrentam um novo ano lectivo.> > Torres Vedras, 1 de Setembro de 2008> > Joaquim Moedas Duarte

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

A Língua traiçoeira.......

Se o Mário Mata, a Florbela Espanca, o Jaime Gama e o Jorge Palma, o que é que a Rosa Lobato Faria?
Talvez a Zita Seabra para o António Peres Metello...

Politicômetro

Proponho.vos uma espécie de auto-análise.
20 perguntas para te encontrares politicamente.
Clica
 aqui e descobre a tua verdadeira tendência política.
Não é brincadeira.

(era giro pulicarem os vossos resultados nos comentários)

terça-feira, 9 de setembro de 2008

ASSALTO NO ALENTEJO

Dois alentejanos assaltaram um banco, fugiram de carro e, quando se julgaram a salvo, pararam numa estrada secundária a descansar.
Diz um: - Atão, aproveitamos para contar o dinhêro?
Responde o outro: - 'Nan vale a pena essa trabalhêra, logo no Telejornal dizem quanto é!

PETRA

MUITOS PARABÉNS À MIÚDA MAIS GIRA E MAIS SIMPÁTICA DE ODIVELAS.COMÉKIÉ VENHAM DE LÁ ESSAS PALMAS E QUE CHOVAM MUITAS PRENDAS E MAI NADA.

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

sondagem

segundo a nossa concorrida sondagem a FI, ANALUE e RAQUEL que se juntem e organizem um jantar/almoço

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

"coisas" da "nossa terra"











Uma História Simples

Uma velha senhora chinesa possuía dois grandes vasos, cada um suspenso na extremidade de uma vara que ela carregava nas costas.
Um dos vasos era rachado e o outro era perfeito.
Este último estava sempre cheio de água ao fim da longa caminhada do rio até casa, enquanto o rachado chegava meio vazio.
Durante muito tempo a coisa foi andando assim, com a senhora chegando acasa somente com um vaso e meio de água.
Naturalmente o vaso perfeito era muito orgulhoso do próprio resultado e o pobre vaso rachado tinha vergonha do seu defeito, de conseguir fazer só a metade daquilo que deveria fazer.
Depois de dois anos, reflectindo sobre a própria amarga derrota de ser'rachado', o vaso falou com a senhora durante o caminho: 'Tenho vergonha de mim mesmo, porque esta rachadura que eu tenho faz-me perder metade da água durante o caminho até a sua casa...'
A velhinha sorriu: reparaste que lindas flores há somente do teu lado do caminho?
Eu sempre soube do teu defeito e portanto plantei sementes de flores na beira daestrada do teu lado. E todos os dia, enquanto a gente voltava, tu regava-las.
Durante dois anos pude recolher aquelas belíssimas flores para enfeitar a mesa. Se tu não fosses como és, eu não teria tido aquelas maravilhas na minha casa.
Cada um de nós tem o seu próprio defeito. Mas é o defeito que cada um de nós tem, que faz com que nossa convivência seja interessante e gratificante.
É preciso aceitar cada um pelo que é... E descobrir o que há de bom nele.'

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

terça-feira, 26 de agosto de 2008

7- HISTÓRIA AINDA SEM TITULO

Ainda não eram 10:30, quando aterrei no velhinho aerodromo de voos domésticos chamado Ota. Fiquei impressionado com o estado de degradação a que tinha chegado, fez me lembrar um simulador que tive quando era miudo, em que podiamos escolher os aeroportos onde aterrar, e eu escolhia sempre os de África e América do sul, em contraste com os suptuosos e ultra-modernos de Changai, Pequim e Nova Deli. Fazia exatamente 9 anos que tinha saido da Provincia Portuguesa Europeia rumo á grande potência e a terra das oportunidades, a India. No meu passaporte electrónico constava ainda: nome: Peco Guimarães de Sousa, idade: 37 anos, Nacionalidade: Europeia, Provincia: Portuguesa, Local de residência: Setubal, emitido em: 3 de Fevereiro de 2068, válido até: 3 de Fevereiro de 2098. E foi este facto que me permitiu poupar no minimo 10 minutos para sair do aerodromo. As filas dos não Europeus eram de cerca de 2 horas, visto serem muitos a procurar trabalho por estas bandas. Ainda não sabia bem o que vinha cá fazer, mas assim que soube do acontecimento, não conti este impulso que me trouce até aqui. Talvez a procura de um familiar ou um amigo que tenha sobrevivido, ou apenas uma curiosidade morbida ou um chamamento patriótico. Dirigi-me para Santarém, pelo taxista fiquei a saber que o saldo dos mortos já rondava as 7500 pessoas, mas devido ao nível das aguas do Tejo ainda havia muito por contar. Na entrada do estádio "Cristiano Ronaldo" eram milhares de pessoas amontuadas, enrroladas em cobertores, umas com feridas exteriores e certamente todas com mazelas interiores que não se viam mas quase que se podiam cheirar no ar. No local que se autodenominava "Ponto de encontro" esperavam umas dezenas de pessoas á procura dos seus familiares, aos quais me juntei. Cada um apenas podia chamar aos altifalantes por três pessoas desaparecidas, lembrei-me do meu irmão o Lui, a Torina e o Xado um amigo de infância. - Xado, estás bem? - Há quanto tempo não te via, Peco. - Está mais alguêm contigo ? - Não. - E Lisboa, como é que ficou? - Após o terramoto, ficou pouca coisa de pê, e o Tsunami fêz o resto.

(continuação) quem quiser continuar a historia ponha no titulo 2,3,... - HISTÓRIA AINDA SEM TITULO


– então estás a dizer-me que do meu irmão não há notícias...??!!!! e o lui??? a torina????? – até agora nada!. com estas palavras o semblante de xado ficou carregado como se soubesse algo mais que não me queria dizer naquele momento. eu sentia por dentro o nó que se formava, não queria ouvir. mesmo que fosse verdade não queria ouvir. até receber algum tipo de confirmação, a ideia de voltar a encontrar todos vivos e bem, era maior do que tragédia em si. os nomes continuavam a ecoar pelo estádio em tom de esperança, o burburinho era constante e a manta de pessoas que cobria o relvado e a pista de atletismo, fazia um padrão em constante mutação. peguei no braço de xado e dirigimo-nos a uma tenda onde parecia ser possível tomar uma bebida quente. quando chegámos mais perto da enorme fila de mantas ambulantes que esperavam a sua vez, uma cabeleira loira lá ao longe desperta a minha atenção. era a elsa, a elsa raposo, mesmo ao longe aqueles lábios não enganavam. – elsaaa!!! gritei com tanto entusiasmo que várias pessoas olharam com ar reprovador, talvez porque o ambiente era pesado demais para aquela alegria que me invadiu. – pecooo!!! tás cá pá. onde tá o lui??... peco oh pá, que sorte tar viva pá, que sorte...!!! as palavras eram cortadas por soluços de choro. tentei dar-lhe um abraço mas os implantes de silicone eram tão grandes que dificultaram o gesto. a mão direita e o braço estavam com ligaduras. sentei-me ao seu lado e pus o braço por cima do seu ombro tentando acalmá-la. podia ver xado na fila que entretanto também tinha encontrado alguém que abraçava. por entre alguns soluços elsa prossegue: – naquele dia eu e o fonseca... – fonseca???? então e o songalo??? – oh pá, não me digas nada pá, esse gajo é um bruto!!! – o quê? não me digas que essa mão ...???? – não, não!! não foi ele pá! isto foi uma operação recente para tirar o nome dele que eu tinha tatuado, lembras-te??- disse ela por entre aqueles grossos lábios que eu nunca percebia se tinham expressão de riso, de choro ou outra coisa qualquer. – então? tu e o songalo... tanta coisa... ele era tatuagens, ele era casamento... então??? _ oh pá, pois é pá... foi uma fase má, tipo eu não sei onde é que estava ca cabeça. áliás, eu continuo sem saber onde é que tou ca cabeça, ou o qué que tenho dentro dela. o assunto era sério. dava para perceber, não pela expressão mas, sim pelo tom de voz que se tornou grave e baixo. celsa continuou: – mas naquele dia, eu e o fonseca saímos de manhã cedo para uma viagem a fátima. ia uma vez mais com a pessoa que amo, abençoar a nossa relação... oh pá, sabes como eu sou. até já sou conhecida lá no santuário pá, já todos os padres me cumprimentam e são supé'simpáticos comigo... giríssimo não é? isto deve ser do jeito que eu tenho para relações púbicas, adiante... mas o que é que eu tava a dizer mesmo...???? celsa parecia baralhada. aproveitei o deslize e deslizei para perto de xado que entretanto estava sózinho. celsa continuou no chão sentada a olhar o céu e a largar palavras para o ar que se perdiam no barulho dos nomes que saíam do megafone. *nota do autor (qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência)


Assim que pude sai daquele pesadelo, não sem antes dar o código ao Xado do meu Pctvmov, para que pudesse entrar em ligação comigo quando precisá-se, no rent a car perto do estádio, aluguei um veiculo hibrido, fusão a frio/ hidrogénio, já não havia movidos a ar comprimido, mas não era mau de todo. Quando o petroleo se extinguio, saltaram para o mercado mil e uma formas de energias alternativas, consta-se que já existiam muito antes de este acabar mas devido a razões economicistas foi o que se viu. Passaram por mim Helibulâncias sem fim, na megastrada a caminho de Lisboa os helibeiros eram tantos que reservaram oito das doze faixas de rodagem só para eles. O rio chegava a Alverca, a avenida da Crel, que antes dividia Lisboa entre zona histórica e as avenidas novas que iam de Mafra passando por Torres Vedras até Torres Novas, era agora a marginal. Ainda tenho presente a altura em que o rio chegava apenas ao alto do Parque Eduardo VII (agora batizado com o nome de Jeronimo de Sousa) e o castelo de São Jorge assemelhava-se ao de Almorol. Havia visitas Guiadas de submarino para conhecer a Baixa, Alcântara e toda a zona inundada em 2038. A peninsula, perdão a ilha Ibérica tinha sido tambem afectado por esta altura com os glaciares de tamanho continental que flutuavam pelos oceanos tal e qual uma jangada de pedra. E foi ali naquele posto de controlo que a vi pela primeira vez, .... (continua)


..., a sua pele era morena, os olhos ligeiramente rasgados e o nariz um pouco arrebitado. Ocupava-se a vêr os passaportes digitais, e deixava ou não, as pessoas entrarem no perimetro da zona denominada "+30". Quando era miudo enchia os bolsos de amendoins, corria para o parque e alimentava as primeiras rolas que via, instantes depois mal conseguia vêr o chão tal era a quantidade que caia sobre mim, aqui sinto o mesmo, entre esta multidão desesperada, que não procurava alimento para o corpo mas sim para a razão. Alguns desejavam vêr os seus pertences, outros os seus parentes, mas a maioria nem sabia para onde ir. O dialecto Português praticamente já não se ouvia, esta provincia foi a primeira a absorver o Uês (uma mistura de Inglês, Espanhol e Alemão do principio do sec.)a lingua oficial da UEP (União Europeia das Provincias) acrescendo o facto que esta provincia da UEP foi das mais afectadas com aquilo que ficou conhecido pela "Invasão dos esfomeados". No inicio do sec. XXI a chegada de imigrantes Africanos á antiga UE, começou por ser feita atravês de pequenissimas embarcações que traziam entre 50 a 100 pessoas, e os poucos que sobreviviam á viagem eram facilmente apanhados pela Guarda. Uns eram repatriados (os idosos e doentes) outros eram explorados pelos empresários. A UE na altura tinha uma população envelhecida e os sistemas de segurança social falidos mas mesmo assim a entrada a imigrantes sempre fora muito condicionada. Por volta de 2020 estes barquinhos foram substituidos por petroleiros, paquetes, cruzeiros e aviões com milhões e milhões de pessoas esfomeadas provenientes de paises como a Libia, Egipto, Iraque (o que restou dele) e praticamente todo o continente africano. Eles só fugiam da miséria e da fome dos seus paises, claro que houve alguma violência mas tendo em conta os numeros envolvidos (falou-se em cerca de 20 milhões)foi tudo muito pacifico, espalhados por toda a UEP vieram dar um forte crescimento a esta economia que já se encontrava bastante atrás da Chineza e da Indiana. Zoe, dizia o seu cartão de indentificação ....


(continuação) quem quiser continuar a história ponha no titulo 5,6,... - HISTÓRIA AINDA SEM TITULO


Apresentei-lhe o meu passaporte, após umas algumas perguntas de rotina e já com alguma empatia no ar, perguntei-lhe se queria ir tomar uma HJK fresca num bar improvisado ali próximo. - ahh, estava mesmo a precisar, de uma bebida - como vieste aqui parar? - os meus avós saíram dos EUA ainda a meio da guerra civil. - estavam de que lado? - de nenhum por isso sairam. - como foi que tudo aconteceu? - os EUA eram uma grande potência no inicio do SEC. XXI mas em meados dos anos 30 num estado chamado Califórnia um islâmico chegou a governador. E governou tão bem que a população o elegeu por mais dois mandatos. A população daquele estado nunca tinha vivido tão prosperamente, entretanto no estado da Pensilvania aconteceu o mesmo e depois no Luisiana, tinham um nível de vida tão elevado que poucos anos mais tarde quiseram-se tornar autónomos dos restantes estados. Estou a maçar-te ? - não, não, continua não fazia a mínima ideia. - Com a velha desculpa do Islão e dos terroristas, dai para a guerra civil foi um pequeno passo. A derrocada final foi com a entrada da bomba atómica, mataram-se uns aos outros. Mais de metade dos ex. EUA está inabitável e o que restou foram meia dúzia de estados moribundos, e dos mais pobres do globo. ... (continua tu)

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Sábado, 23 de Agosto de 2008



PARABÉNS AO BLOGUE PELOS SEUS DOIS ANOS DE VIDA!

algumas palavras dos nossos atletas olimpicos

O (vosso) governo gastou cerca de 15 milhões de euros durante 4 anos com os nossos atletas olímpicos. Nenhum recebeu menos de 1000 € mensais. A grande maioria não conseguiu sequer os mínimos olímpicos. Os que conseguiram ir a Pequim após as suas provas disseram:

"Lançar a esta hora foi muito complicado. De manhã só estou bem é na caminha."Marco Fortes - Lançador do Peso, classificado em 38º


"A arbitragem estava feita para ganhar a chinesa."Telma Monteiro - Judoca, classificada em 9º lugar


"Não me dou nada bem com este tipo de competições."Vânia Silva - Lançadora do Martelo, classificada em 46º


"Entrar neste estádio cheio bloqueou-me um pouco. Acabei a prova fresco, o que é estranho."Arnaldo Abrantes - Velocista, último lugar nos 200m


"Vou de férias. Não vou participar nos 5.000 metros porque não vale a pena."Jessica Augusto - Meio Fundista, eliminada nos 3.000 metros obstáculos


"A égua entrou em histeria com o écran de video."Miguel Ralão Duarte - Cavaleiro, desistiu na disciplina de «dressage»


"Ai Caralho! Ainda bem que já passou a prova."Vanessa Fernandes - Atleta de Triatlo, Medalha de Prata

Tinha de ser um ÉVORA a trazer a medalha de ouro .

sábado, 23 de agosto de 2008

Campeão olímpico! Modalidade: copos!

Em primeiro lugar, os meus agradecimentos a quem me convidou para escrever neste blog (com o único possível intuito o de fazer descer o nível dele...).

Não tendo muito tempo disponível, vou, contudo, contribuir para este espaço.
Peço desculpa a quem tenha que o ler...

E assim:

A maior parte das pessoas julga, incorrectamente, que o norte-americano Michael Phelps se tornou um recordista ao coleccionar 8 medalhas de ouro nos últimos Jogos Olímpicos.

Pois fiquem sabendo que é mentira!

Não que ele não se tenha, de facto, tornado recordista, pois nunca alguém havia conquistado mais que 7 medalhas nuns únicos Jogos.

O que pouca gente sabe é que Phelps não conquistou 8, mas sim 9 medalhas de ouro!

Na realidade, ainda durante os Jogos, Phelps conquistou mais uma medalha, esta já em território português.
Desta vez, não na natação, mas também numa modalidade ligada a líquidos: o lançamento do copo!Não é o facto de ter gasto 800 euros em copos numa única noite. Eu próprio já o fiz e a esmagadora maioria dos clientes do Elefante Branco fá-lo todas as noites.

A medalha foi ganha não por ter gasto essa quantia em dinheiro, mas por o ter feito em apenas 2 horas e meia, na discoteca Bjackjack, em Vilamoura.
A não ser que tenha ido apenas lá comprar garrafas para encher de espumante a piscina onde treina, ou o homem bebe mesmo que nem um campeão.

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Santa Maria

A Pipinhas esteve internada 1 semana no Hospital Santa Maria até ontem com uma infecção urinária (já está tudo bem).
Como é natural eu e a mãe fomos nos revezando em estadias para a menina não ficar sozinha.
A mim cabia-me o turno da noite e tive a oportunidade de conhecer várias auxiliares, enfermeiras e médicas.
Para meu espanto e tendo em conta o que se diz por ai, sobre o Serviço Nacional de Saude, fomos muito bem tratados.
Um grande profissionalismo sem esquecer o lado humano levam-me a afirmar que fomos melhor tratados aqui do que no Hospital da Luz na altura do seu nascimento.
Só as instalações são (bastante) piores, mas isso é fruto dos governos e das suas prioridades.

sempre a considerar

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Iº Grande concurso de fotografia

1º Grande Concurso de Fotografia do Blog
NÓS E AS NOSSAS COISAS

este ano sob o tema:
"A MINHA VIDA DAVA UMA FOTOGRAFIA"

condições de participação:
- seres colaborador no blog
- seres tu o autor da fotografia
- postar a fotografia apenas no dia 30 de Setembro de 2008

prémio:
um jantar pago pelos outros colaboradores do blog que se realizará assim que for combinado

Para júri convocam-se todos os que votarem numa sondagem feita à posteriori

PARTICIPA

terça-feira, 12 de agosto de 2008

sondagem

vá lá, a muito custo o cão safou-se.
não percebo as pessoas que votaram nos 10000€, quem salvaria um envelope com este montante tendo ao lado um original de Picasso que vale no minimo 10 vezes mais.
de notar a crescente importancia que damos ao que guardamos nos nossos pc´s.
o meu forte aplauso a que salvaria um objecto de grande valor sentimental.

sempre a considerar

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

+ uma opinião

LEIAM AS LINHAS SEGUINTES E PENSEM A QUEM VAI SERVIR O TGV ...
1. AOS FABRICANTES DE MATERIAL FERROVIÁRIO,
2. ÀS CONSTRUTORAS DE OBRAS PÚBLICAS E ...CLARO,
3. AOS BANCOS QUE VÃO FINANCIAR A OBRA ... OS PORTUGUESESFICARÃO - UMA VEZ MAIS ENDIVIDADOS DURANTE DÉCADAS POR CAUSA DE MAIS UMA OBRA MEGALÓMANA ! ! ! Experimente ir de Copenhaga a Estocolmo de comboio. Comprado o bilhete, dá consigo num comboio que só se diferencia dos nossos 'Alfa' por não ser tão luxuoso e ter menos serviços de apoio aos passageiros. A viagem, através de florestas geladas e planícies brancas a perder de vista, demorou cerca de cinco horas. Não fora conhecer a realidade económica e social desses países, Daria comigo a pensar que os nórdicos, emblemáticos pelos superavites orçamentais, seriam mesmo uns tontos. Se não os conhecesse bem perguntaria onde gastam eles os abundantes recursos resultantes da substantiva criação de riqueza. A resposta está na excelência das suas escolas, · na qualidade do seu Ensino Superior, · nos seus museus e escolas de arte, · nas creches e jardins-de-infância em cada esquina, · nas políticas pró-activas de apoio à terceira idade. Percebe-se bem porque não · construíram estádios de futebol desnecessários, · constroem aeroportos em cima de pântanos, · nem optam por ter comboios supersónicos que só agradam a meia dúzia de multinacionais. O TGV é um transporte adequado a países de dimensão continental, extensos, onde o comboio rápido é, numa perspectiva de tempo de viagem/custo por passageiro, competitivo com o transporte aéreo. É por isso que,para além da já referida pressão de certos grupos que fornecem essas tecnologias, só existe TGV em França ,Alemanha e Espanha (com pequenas extensões a países vizinhos). É por razões de sensatez que não o encontramos · na Noruega, · na Suécia, · na Holanda · Dinamarca,Polónia,Estónia,LituaniaLetonia,Itália,Checa,Eslováquia,Eslovénia enfim e os restantes ditos países para os restantes 27 da EU,os quais tão ou menos pelintras que Nós. Tirar 20 ou 30 minutos ao 'Alfa' Lisboa-Porto à custa de um investimento de cerca de 7,5 mil milhões de euros,no mínimoŠ.sem resvalanços nos habituais orçamentosŠ.,que não traraõ qualquer benefício à economia do País. Para além de que, dado ser um projecto praticamente não financiado pela União Europeia, ser um presente envenenadopara várias gerações de portuguesesque, com mais ou menos engenharia financeira, o vão ter de pagar. Com 7,5 mil milhões de euros podem construir-se: - 1000 (mil) Escolas Básicas e Secundárias de primeiríssimo mundo que substituam as mais de cinco mil obsoletas e subdimensionadas existentes (a 2,5 milhões de euros cada uma); - mais 1.000 (mil) creches (a 1 milhão de euros cada uma); - mais 1.000 (mil) centros de dia para os nossos idosos (a 1milhão de euros cada um). E ainda sobrariam cerca de 3,5 mil milhões de euros para aplicar em muitas outras carências como, por exemplo, na urgente reabilitação de toda a degradada rede viária secundária.