terça-feira, 8 de julho de 2008

TGV para quê ?

Será que vale a pena construir o TGV ?
E o traçado será o mais correcto?
Tenho pensado nisto e cheguei a algumas conclusões.
No meu entender a linha Lisboa - Porto não faz sentido.
Vai gastar-se milhões de euros para poupar, em relação ao comboio que temos actualmente cerca de 20 minutos.
A A1 continuará congestionada (e sempre em obras).
Alias, gostava de saber qual o índice de ocupação destes comboios actualmente.
No trajecto Lisboa - Madrid é que me assaltam as grandes duvidas.
A nível de passageiros não me parece que venha a ter grande procura, visto os preços previstos rondaram os 130€ e se for via aérea será semelhante.(acrescido o preço do Táxi, Alcochete-Lisboa)
Ambientalmente será melhor o TGV e o barril do petróleo a preços altíssimos pendem a minha balança para a solução do rapidinho.
Se neste troço a balança já estava ligeiramente inclinada para o comboio a vertente de transporte de mercadorias encosta o prato nos carris.
A possibilidade da mercadoria viajar a estas velocidades ecológicas, independentes das greves dos camionistas e OPEP agrada-me.
O porto de Sines (que também vai entrar em obras) será por direito próprio a porta marítima da Europa.

5 comentários:

neorui disse...

ando de comboio todos os dias. quanto mais rápido e mais longe eles forem mais eu vou viajar. e queria que o meu próximo carro fosse eléctrico ou a pilhas recarregáveis :)

EU disse...

está quase...
faltam as bombas.

Anónimo disse...

Não ao TGV, sim ao GTV

Anónimo disse...

GTV? é algum canal de TV com bolinha vermelha..?

Anónimo disse...

ai qe poner bombas! GORA!