terça-feira, 22 de julho de 2008

intervalo publicitário

O Melhor do Verão

Em cone ou em copo, de leite ou de natas, com ou sem frutas.
O gelado, ancestral invenção dos chineses que começaram por misturar neve com polpa de fruta há mais de três mil anos e é muito mais que uma guloseima. Não tens, por isso, porque te sentir culpado por comer um ao lanche ou à sobremesa. Até porque a maioria tem por base ingredientes fundamentais para a saúde, como o leite ou a fruta.
"Quando integrados num estilo de vida saudável e numa alimentação equilibrada, podem ser uma alternativa para ingerir diferentes nutrientes como o cálcio, sais minerais e vitaminas".
Um dos principais aliados do gelado é o leite, que lhe confere a cremosidade e sabor característicos. Graças ao leite, as crianças e os mais idosos podem encontrar nos gelados uma fonte alternativa de cálcio, fósforo, ferro, potássio e magnésio.
Os gelados com sabores ou coberturas de fruta são também "uma maneira de ingerir os nutrientes das frutas naturais". Possuem vitamina A, que "intervém no processo de crescimento", vitamina E, que "actua como antioxidante no combate às agressões externas", e vitamina C, que "evita a fragilidade dos ossos e dos dentes, dá resistência aos tecidos e ajuda à cicatrização".
Para além disso, têm ainda vitaminas do complexo B, sobretudo ácido fólico, "que contribuem para o funcionamento do sistema nervoso e da medula óssea". Se optares pelos que possuem chocolate, estarás não só a estimular o sistema nervoso central, como a proteger o organismo da acção dos radicais livres graças aos flavonóides que trabalham como antioxidantes.
Se ainda assim precisas de mais argumentos para ceder à tentação, acrescenta este: investigadores britânicos conseguiram demonstrar que o consumo de gelados faz as pessoas mais felizes. Por isso, já sabes: come gelados, pela tua saúde e pela tua felicidade, mas não abuses. Consome-os com moderação e escolhe os que tem leite, são os mais saudáveis.
Aqui estão alguns dos melhores.

Sem comentários: