segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Mas o quê que se passa?

Com o avanço das tecnologias, meios de transporte mais cómodos e velozes, vias de comunicação mais abrangentes em todo o território nacional, era suposto termos mais tempo disponível para nós, mas não temos.
Há 20 anos demorava 7 horas a chegar á Sertã agora demoro 2, deveria ter mais tempo, mas não tenho.
Dou-vos outro exemplo do meu caso, á 12 anos os desenhos que eu fazia eram feitos á mão, depois apareceu um programa de computador chamado Autocad e os processos agilizaram-se de uma maneira assustadora, deveria ter mais tempo, mas não tenho.
Tinha de ir entrega-los pessoalmente, mas com a internet segundos depois está no cliente, deveria ter mais tempo, mas não tenho.
Li já não sei onde, que esta falta de tempo livre dos dias de hoje só tem paralelo na Idade Média.

Mas o quê que se passa?

1 comentário:

TPS disse...

passa?passa? passa? .... tudo à velocidade do TGV é o q é...